Preconceito

De filha para pai

Se tem uma coisa que eu admiro no meu pai é o humor. Contrariando todos os sintomas do Mal de Alzheimer, o humor dele tem sido sempre bom. No começo da doença era mais instável, teimava mais do que hoje, mas agora ele tem um ninho no riso. Não sei o que acontece e se […]

A difícil arte de ser a gente mesmo

Outro dia estava numa comemoração com amigos e lá havia um bazar afro. Eu sou branca, loira, de olhos azuis e cabelos mais para o liso e simplesmente adoro as roupas, a arte, a expressão que se tem na afrodescendência. Um parênteses – este é o termo correto, afrodescendente, mas meu amigos que não separo […]

O amor que fica

Sempre temos alguém que marca a nossa vida. Me sinto muito sortuda, pois tenho uma listinha destas pessoas e agradeço por isto, mas hoje escolhi falar de quem foi muito importante na minha construção afetiva-amorosa. Ele é especial para mim por uma série de fatores. Em primeiro de tudo, me ensinou o que era receber […]

Aquilo que não é igual

Eu, na minha pequenez, sempre me vi como uma pessoa com quase nenhum preconceito. Acredito que o que me fazia crer nisto era ter pessoas ao meu redor com a mente “mais fechada” que a minha. E não é desmerecimento do outro, é apenas um ponto de referência, pois compreendo que exista um “modelo” criado […]

Sobre abrir a porta do carro

Minha mãe nos ensinou a pedirmos licença; para falar numa conversa, para quando quiséssemos passar entre duas pessoas que estivessem conversando ou quando fôssemos embora de algum lugar. Também pedia para que a gente utilizasse as palavras “por favor” quando pedíssemos algo para alguém e sempre agradecer com “obrigada quando nos ajudassem. Meu pai era […]